Foi dada a largada para a edição de 100 anos mundial do Programa Miniempresa

Mais de 500 alunos do ensino médio iniciaram na semana passada a experiência de criar e gerir suas próprias empresas. As primeiras jornadas do Programa Miniempresa foram marcadas pelo entusiasmo dos jovens, muitos já de olho no produto que irão criar, produzir e vender ao longo do programa.

Luiz Fernando, de 17 anos, aluno do Colégio Estadual Antônio Maria Teixeira, no Leblon, está ansioso para viver a aventura de criar sua própria empresa. O jovem acredita que a oportunidade, sem dúvida, será única. “Fui à feira de miniempresas do ano passado e achei incrível o resultado, a energia das pessoas em fazer tudo aquilo, a paixão, o empenho. Eu não vejo a hora de experimentar isso também”.

Empolgados com o entusiasmo dos alunos, os mais de 100 voluntários já estão preparados para apoiar os miniempresários ao longo das 17 jornadas. Gabriel Tavares, que é Product Manager na Stone Co. e voluntário pela terceira vez na JA, acredita na mudança de perspectiva que o Miniempresa pode proporcionar aos alunos. “A sensação de acompanhar o crescimento desses jovens é maravilhosa, gratificante. É sempre bom poder trazer conhecimento e aprender com eles nesse processo”. Gabriel ainda lembra que se mais pessoas dedicassem um tempo ao voluntariado, mais jovens poderiam ser impactados por iniciativas como as da JA.

A edição histórica do Miniempresa celebra os 100 anos da Junior Achievement Worldwide, associação que estimula o empreendedorismo jovem pelo mundo. Enquanto países como França e Portugal se preparam para a etapa final do programa – o Company of the Year Europe – para os jovens do Rio a aventura só começou!

Fotos do primeiro encontro:

Sobre a Junior Achievement:

A JA é a maior e mais antiga organização de educação prática em negócios, economia e empreendedorismo jovem do mundo. Fundada em 1919, nos EUA, tem como objetivo despertar o espírito empreendedor nos jovens em idade escolar. Está presente em 118 países e em todos os estados do Brasil. Com apoio de uma rede de voluntários, a sede carioca já impactou mais de 270 mil estudantes nos últimos anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *